quinta-feira, 23 de março de 2017

>>> NOVA GERAÇÃO


Nova geração da Frontier
chega na versão top LE por R$ 166.700

Já era tempo. Defasada que estava em relação a picapes médias de outras fabricantes, que lançaram novas versões bem mais sofisticadas, agora foi a vez de a Nissan mostrar a 12ª geração da Frontier. O novo modelo chega por R$ 166.700 em versão luxuosa (LE) e vem com novo motor, câmbio automático de sete velocidades e muitos itens de segurança, tecnologia e conforto.


A reportagem do Carpress realizou um test-drive em um percurso de 142 quilômetros entre São Paulo e Tuiuti (SP) a fim de conhecer em detalhes a nova aposta da fabricante japonesa para esse segmento. Agora sim é um utilitário bem mais confortável do que se apresentava na geração anterior e pode fazer frente Toyota Hilux, Chevrolet S10, Ford Ranger, entre outras.


Como picape, a Frontier nem é tão forte aqui no Brasil, mas já vendeu ao redor do mundo mais de 14 milhões de unidades, em mais de 180 países ao longo de 80 anos. O novo modelo, importado do México com motor 2.3 diesel biturbo de 190 cv e 45,9 kgfm de torque (força) já chegou às concessionárias.


Esse motor é ainda 10 kg mais leve e mais silencioso que a sua geração anterior. A transmissão automática ofereceu um excelente desempenho nas trocas de marcha, praticamente imperceptível durante todo o percurso. Esse câmbio também possui o modo sequencial para trocas manuais. Com uma relação mais curta nas primeiras velocidades, garante acelerações inicial e média mais ágeis.


Segundo a Nissan, a Frontier conta agora com os melhores ângulos de saída e entrada (27,2º e 31,6º, respectivamente) e ótimo vão livre (292 milímetros), que permite ao veículo superar todos os tipos de pavimento, sem tanto sofrimento. Outra estratégia para evitar danos na parte de baixo foi incluir uma placa de ferro que protege o veículo por toda a parte inferior, evitando avarias em peças como cárter, motor, tanque, radiador, escapamento, entre outras.


Bem interessante o novo chassi reforçado, que ao mesmo tempo ficou mais resistente e mais leve, já que passou a ser utilizado aço de alta resistência, projetado para suportar um uso intenso. Chega oferecendo mais segurança com os controles de tração e estabilidade (VDC - Vehicle Dinamic Control), freios ABS com controle eletrônico de frenagem e assistência de frenagem. Agora tem controles automático de descida e auxílio de partida em rampa, bem como luz de freio de LED e DRL (luzes diurnas).


Entre os itens de série estão ainda alguns equipamentos como os bancos “gravidade zero”, que foram inspirados em uma tecnologia desenvolvida pela Nasa (a agência espacial norte-americana) para eliminar a fadiga e melhorar o conforto para o condutor. Realmente um diferencial bem mais confortável para viagens de longas distâncias, graças à posição do encosto, que distribui o peso de forma equilibrada.


O sistema multimídia em uma tela de 6,2 polegadas é um dos mais intuitivos e completos do mercado. O Multi-App conta com 2 GB de espaço para baixar aplicativos. Não necessita de espelhamento de um smartphone para levar os itens do aparelho para o carro, como acontece em muitos equipamentos disponíveis no mercado. É possível acessar a internet (contratando o serviço à parte ou utilizando o smartphone como roteador) ou ainda funções já comuns como atender ligações por viva-voz, ouvir música por iPod, streaming, rádio ou arquivos digitais de MP3, tocar CDs e DVDs, além de visualizar fotos e vídeos.


O visual exterior é totalmente novo, com aparência robusta, com laterais mais altas do capô e a grade “V Motion” e os faróis em formato de bumerangue deixam mais evidentes a musculatura do veículo. Tem como dimensões 5,25 metros de comprimento, 1,75 m de altura e 1,85 m de largura. Em relação à geração anterior, a altura do interior da cabine aumentou (874 mm), principalmente nos bancos traseiros.


O espaço entre a cabeça e o teto cresceu, assim como a largura para os ombros. Traz também confortos extras, como cinco ajustes elétricos do banco do motorista e ar-condicionado digital de duas zonas com saídas traseiras. Outro conforto inédito para o modelo está no aquecimento em dois níveis de intensidade dos bancos de couro, do motorista e do passageiro.


O painel de instrumentos com a tecnologia TFT (Thin Film Transitor) é moderno, de fácil visualização e traz diversas funções, assim como ocorre já no crossover Kicks. O motorista pode navegar entre nove telas disponíveis, que mostram as informações de funções como computador de bordo, configurações do sistema de áudio e detalhes sobre economia de combustível. Permitem a configuração do controle do chassi e dos sistemas de assistência ao motorista.


No teste, feito especialmente em pista off-road, pudemos avaliar algumas das novas tecnologias de segurança. Entre elas, o HDC (Controle Inteligente de Descida) e o HSA (Sistema Inteligente de Partida em Rampa). Ambos atuam automaticamente nos freios do veículo para controlar o carro sem sustos em descidas íngremes e saídas da imobilidade em aclives. Além disso, o utilitário vem de série com sensor de estacionamento.


O HSA impede o carro de andar para trás quando está em um aclive, proporcionando uma saída tranquila. O sistema detecta a situação, mantem a pressão de freio por até três segundos depois que o pé do motorista solta o pedal do freio. Ele funciona com a alavanca de mudanças nas posições “drive” ou ré.


As descidas em pavimentos acidentados são controladas automaticamente pelo HDC, que atua até a velocidade máxima de 25 km/h. Dá até um certo medinho, mas é assim mesmo, sem que o condutor tenha de tocar no pedal do freio. Quando ligado o sistema – por meio de um botão no painel –, o veículo desce usando os sistemas ABS e EBD para controlar a velocidade de cada roda. Se o veículo acelerar sem interferência do condutor, o HDC aplicará automaticamente os freios para diminuir a velocidade.


Outra tecnologia de última geração é o limitador de diferencial. O sistema evita que as rodas patinem. Se perceber que uma das rodas está deslizando, o dispositivo freia automaticamente e manda a potência extra às rodas com mais tração. Ainda sobre tração, o sistema Shift On The Fly evoluiu e continua presente nessa geração da Frontier. Com opções de tração integral e reduzida, é acionado com o simples girar de uma manopla no painel com o carro em movimento até 100 km/h (antes era até 80 km/h), em qualquer tipo de terreno. O utilitário vem equipado com suspensão tipo multilink com molas helicoidais (única entre os concorrentes diretos) que trabalha em conjunto com um eixo rígido.

Estão entre os itens de conforto e conveniência abertura da tampa de combustível por acionamento interno, acendimento inteligente dos faróis (sensor crepuscular), acabamento em couro dos bancos, volante, manopla do câmbio e alavanca do freio de estacionamento, alças de segurança, apoios de cabeça dianteiros e traseiros com regulagem de altura, aquecimento dos dois bancos dianteiros, ar-condicionado automático digital dual zone, banco traseiro rebatível, chave inteligente presencial (I-Key), console central com apoio de braço e acabamento em couro, console de teto com porta óculos, controle de velocidade de cruzeiro com comandos no volante, desembaçador de vidro traseiro com temporizador, escurecimento manual de retrovisor, faróis dianteiros com temporizador (delay time), ganchos internos na caçamba para fixação de carga, limpador de para-brisa com controle intermitente ajustável, luz de cortesia com temporizador, luz de leitura, para-brisa com proteção ultravioleta, para-sol com espelho de cortesia para motorista e passageiro, porta-revistas nos bancos dianteiros, retrovisores externos com ajustes e rebatimento elétrico e com indicador de direção em LED, saídas de ar-condicionado para o banco traseiro, sistema eletrônico de ignição e abertura das portas sem o uso da chave, tomada de 12 volts no console central e no painel acima do rádio, travamento e destravamento automático das portas via chave (i-key), vidro dianteiros e traseiros com acionamento elétrico, volante multifuncional com iluminação dos botões e regulagem de altura.


É uma pena, que apesar de contar com tantos itens de série, venha equipada apenas com airbags frontais, deixando desprotegidos eventuais passageiros do banco traseiros.

* Wandick Donett/Carpress.

>>> GALERIA #0015


Volvo 1800ES Wagon (1972)









***

>>> PANAMERICANA


Volkswagen Multivan PanAmericana
chega em maio nas revendas europeias


A Volkswagen apresentou em Genebra uma nova Multivan para reforçar a sensação de versatilidade e a liberdade dos seus clientes. A nova Volkswagen Multivan PanAmericana combina uma utilização confortável em estrada, mas possui também a robustez suficiente para uma utilização off-road.


Tendo sido apresentada há alguns meses atrás no Salão de Frankfurt como um concept, esta variante exclusiva estará disponível para encomenda já a partir do próximo mês de maio.


Com 20 milímetros extra de distância ao solo e rodas de liga leve de 17 polegadas (18 polegadas como opção), com proteções inferiores nas zonas dianteira e traseira, com para-choques e elementos da carroçaria revestidos com material resistente ao impacto de pedras, a nova Multivan PanAmericana está preparada para os mais exigentes desempenhos.


A Multivan PanAmericana também conta com equipamento mais elaborado, como as janelas traseiras escurecidas, luzes traseiras em LED também escurecidas, grade de radiador Highline cromada, volante multifunções em couro, punho da alavanca de velocidades em couro, Ar Condicionado Climatronic, soleiras das portas iluminadas com adesivos alusivos e pedais em aço inoxidável, transmitindo-lhe um visual mais exclusivo.


Além do sistema 4Motion (tração às quatro rodas), a nova Multivan PanAmericana também irá ser comercializada pela primeira vez como um veículo de tração dianteira, permitindo assim uma grande variedade para o cliente no momento da escolha do seu veículo.


Com motorizações a gasolina ou diesel, com tração dianteira ou às quatro rodas, a nova Multivan PanAmericana está disponível com todas as motorizações (de 102 cv a 204 cv).

* Pedro Junceiro/Auto Monitor.

quarta-feira, 22 de março de 2017

>>> IMAGEM DA SEMANA


Nissan Patrol 8 Wheeler...

***

>>> SÃO PAULO - NOVA YORK


Mercedes-Benz GLA percorre os primeiros 2 mil quilômetros da expedição entre São Paulo e Nova York

Cinco dias após partir da capital paulista rumo à Nova York, os integrantes da expedição SP NY Sobre Quatro Rodas completaram pouco mais de 2 mil quilômetros percorridos com o Mercedes-Benz GLA 200 Advance. O primeiro ponto de parada do grupo foi na cidade de Campo Grande (MS), onde foram recepcionados pela equipe da Mercedes-Benz A.R. Motors.


Em seguida, o grupo saiu do território nacional e deu continuidade à viagem por terras bolivianas, até a parada seguinte, na cidade de Santa Cruz de la Sierra. Ao todo, os automóveis GLA percorreram 2.130 quilômetros desde a saída de São Paulo. Durante a semana, a viagem continua por Peru e Equador. Faltam cerca de 21 mil quilômetros e 65 dias para a chegada à Big Apple.


Acompanhe a evolução diária da jornada por meio dos canais oficiais da expedição no Facebook, Instagram e YouTube (@expedspny), e pelas redes sociais da Mercedes-Benz no Facebook e Instagram (@MercedesBenzBrasil e @mercedesbenzlatam).

* Press Release/Mercedes-Benz do Brasil.

>>> E-BERLINGO


Citroën E-Berlingo Multispace:
Atividades variadas em modo ecológico

O Citroën Berlingo acaba de ganhar, na Europa, uma vertente mais prática com funcionamento elétrico, o E-Berlingo Multispace. Aliando o lado prático com o lado ecológico, tão essencial aos tempos modernos, conta com uma autonomia certificada de 170 quilômetros.


Altamente modular, tal como o modelo que lhe serve de base, de resto, o novo E-Berlingo Multispace demarca-se agora por contar com um motor elétrico em adição aos blocos a gasolina Puretech e a gasóleo BlueHDi. Conserva o interior espaçoso pensado para atividades de lazer ao ar livre ou escapadelas de fim de semana, mas agora com maior silêncio.


Este Berlingo conta com duas baterias de lítio montadas no sub-chassis atrás do eixo traseiro, para não prejudicar a volumetria do bagageiro e o espaço interior, conservando então os cinco lugares e a mala plana (675 litros com cinco lugares operacionais ou 3.000 litros com os lugares na segunda fila retirados). No habitáculo há 78 litros de espaços de arrumação em pequenos compartimentos.


A grande novidade é mesmo a motorização elétrica, que pode ser ainda mais apelativa consoante os benefícios fiscais que cada país oferece. O motor deste E-Berlingo Multispace é o mesmo do utilizado no Berlingo VCL apresentado em 2013, ou seja um modelo com 67 CV (49 kW) e 200 Nm de binário, cujas baterias de lítio (22.5 kWh) estão situadas no sub-chassis traseiro. O carregamento pode ser efetuado em tomadas domésticas, além de possibilidade de carga rápida em que 50 por cento da carga pode ser reposta em 15 minutos e 80 por cento em meia hora.


A bateria vem com uma garantia de oito anos ou 100 mil quilômetros, enquanto o sistema de propulsão tem uma garantia de cinco anos ou 50 mil quilômetros, com revisões a cada dois anos ou 40 mil quilômetros após o primeiro ano.

* Redação/Revista Carros e Motores.

segunda-feira, 20 de março de 2017

>>> VÍDEO DA SEMANA



Mais uma interessante matéria sobre a Kombi, desta vez realizada pela Record News...

***